domingo, 18 de março de 2012

A Mudança!

     Querias ver as minhas lágrimas mas não verás nada. Não te vou dar o gosto da vitória nem te entregarei a minha dor de bandeja. Quando estiveres a meu lado apenas receberás de mim desprezo ou então... um sorriso fingido. Não mereces nada da minha pessoa. Trabalhas e consoante as tuas ações sem escrúpulos és incapaz de deixar o orgulho de parte, então eu aumentarei ainda mais o meu e farei o que não foste capaz de fazer...
     A mudança é extraordinária não é? Pode-se terminar com o estado de uma pessoa tal como um ponto final faz a uma história e entre nós existe uma virgula, bem acentuada a negrito. Já em mim existe um grito que me açoita a mente e que deseja ardentemente poder estatelar a tua cara no asfalto.
     Não devemos recorrer à violência mas quanto a ti... o farei de bom grado e não me preocupo porque é o que tu mereces e nem mesmo assim descerei a um nível tao baixo como o teu.
     Por enquanto dás-te por vitorioso porque ainda penso em ti mas no teu caso começaria a preocupar-me quando deixar de ter uma lembrança tua sequer.   
                                                                                           Diana Silva 
                                                                                              A mudança...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixa-me saber o que pensas. :D