terça-feira, 26 de setembro de 2017

Mulatas/os

Deixem-se de mulatas, dêem-me um café com leite que sabe melhor.



Nós como seres humanos, muitas vezes não conseguimos evitar dizer barbaridades. E uma delas é em relação à descrição de uma pessoa pela sua cor. Devemos dar o nome “às coisas como são” não é?
(Tal como se costuma dizer por aí, não sei quem é que iventou a bela desta... afirmação?)

Assim sendo tomei a liberdade de fazer umas pesquisas, apesar de já saber o que significa à anos o que é e como se sucedeu, apenas para sustentar a minha opinião.

“Adoro” quando oiço alguém a dizer: - “Aquela mulatinha” ou “Olha a bomba daquela mulata”. Simplesmente dá-me arrepios.
Não me interpretem mal, antes de saber o que era também implementei a palavra

... muitas vezes...

E depois de me aperceber do disparate nunca mais cai nesse erro, não me recordo da última vez que referi tal assunto. Maior parte das pessoas não sabe, ao não saber não tem culpa, mas, informem-se, nem todos gostam de ser chamados de mulatos ou mulatas.



Tomei a liberdade de tirar um excerto do do dicionário:

“ Mulata
Palavra de origem espanhola, feminina de "mulato", "mulo" (animal íbrido, resultado do cruzamento de cavalo com jumenta ou jumento com égua). As palavras "mulato" e "mulata" foram usadas de forma pejorativa para os filhos mestiços das escravas que coabitaram com os seus senhores brancos e deles tiveram filhos.”

Ou seja, obrigada sociedade por se mostrar tão discreta na sua educação. Porquê que isto não nos é explicado na escola? Só interessa “o poder dos brancos” entre os séc. XV e XIX?
Estas mulheres eram violadas pelos seus “senhores brancos”.

Ficas-te esclarecida/o?~

Se calhar da próxima vez a tua descrição será, café com leite, aviso-te já que é bem mais saboroso e menos ofensivo etnicamente.



Sabias que antigamente eles pensavam que Os/As Mulatos/as eram inférteis e que não se podiam reproduzir? Que eram uma abominação da natureza e que muitas vezes eram mortos? Que muitas vezes só serviam para sofrer de sodomização e objecto sexual para dar prazer aos tais "Senhores e Senhoras"?



Ainda bem que nasci no fim do Séc. XX, não por ser de duas etnias, mas, por não aprovar atitudes racistas.

Mulata não é elogio

Diana Silva

Páginas de Inspiração